A Voz da Diocese

Advento: Conversão e Compromisso


Saudamos a todos os irmãos e irmãs que mais uma vez acompanham Voz da Diocese e os convidamos a mergulhar no espírito do Advento como preparação ao Santo Natal.

No primeiro domingo do advento fomos convidados a estar vigilantes e atentos aos sinais dos tempos. A reconhecer neles a presença do Deus que veio, que vem e que virá, um convite à esperança. Neste segundo domingo, somos chamados para uma profunda conversão. Preparar o caminho do Senhor acolhendo a ação misericordiosa de Deus em prol da salvação de toda a humanidade.

A primeira leitura do livro do Profeta Baruc convida o povo de Israel a confiar no Senhor que não abandona seu povo e a deixar tudo àquilo que impede a ação salvadora de Deus em sua vida. Apresenta a necessidade de percorrer um caminho de sincera conversão, deixando-se guiar pelo próprio Deus. Diz o profeta: “Sim, Deus guiará Israel, com alegria, à luz de sua glória, manifestando a misericórdia e a justiça que dele procedem” (Br 5,9).

Em resposta, o salmista ajuda a reconhecer esta ação de Deus: “Maravilhas fez conosco o Senhor: exultemos de alegria”! (Sl 125,3).

Na segunda leitura, São Paulo escreve aos Filipenses dizendo de sua comunhão na oração com todos os membros da comunidade expressando a certeza do compromisso dos mesmos no anúncio do Evangelho. Exorta a viverem sempre mais o amor como forma de preparação para a vinda do Senhor. Superar os conflitos, as divisões e as desigualdades são a melhor forma de dar testemunho do verdadeiro amor ensinado por ele, “com a ternura de Cristo Jesus” (Fl 1,8).

O Evangelho apresenta a figura de João Batista “pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados” (cf. Lc 3,3). Ele é o personagem principal deste domingo e a voz que propõe um caminho de mudança total, figurada na geografia local e sua transformação para a chegada da salvação que vem de Deus: “Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas. Todo vale será aterrado, toda montanha e colina serão rebaixadas; as passagens tortuosas ficarão retas e os caminhos acidentados serão aplainados’” (Lc 3,4b-5). E João Batista ainda afirma: “E todas as pessoas verão a salvação de Deus” (Lc 3,6)

Assim, também nós somos convidados a mergulhar numa revisão de nossa vida e numa conversão sincera. Convidados à confissão, à prática das boas obras e à oração mais intensa neste tempo do advento. Com isto podemos viver a alegria da vida nova inaugurada por Jesus no mistério de sua encarnação, acolhendo a salvação trazida por Ele a toda a humanidade e renovando nosso compromisso com a Campanha de Evangelização que nos diz: “Ide, sem medo, para servir”.

Deus abençoe a todos!


Dom Adimir Antonio Mazali

Bispo Diocesano de Erexim – RS

1 visualização0 comentário