A Voz da Diocese

Domingo de Ramos: Obediência e Serviço



Prezados irmãos e irmãs que acompanham a Voz da Diocese, nossa saudação e nosso abraço.

Estamos dando início à Semana Santa com a celebração do Domingo de Ramos, chamado também “Domingo da Paixão”. Com ramos nas mãos, seguimos os passos de Jesus na sua entrada triunfal em Jerusalém e com Ele caminhamos rumo à cruz. A paixão, morte e ressurreição de Jesus são o acontecimento central de nossa fé. Por ele recebemos a graça da salvação.

Ao longo dos tempos, esta semana era chamada de “Semana Maior” pela grandeza do evento salvífico nela realizado por Jesus e contemplado por todos os que N’Ele creem. Uma semana marcada por profunda oração, silêncio, respeito e por participação efetiva das famílias nas celebrações da comunidade.

A liturgia deste domingo se divide em dois momentos. O primeiro, a Bênção dos Ramos que nos aponta para a chegada de Jesus em Jerusalém, lugar onde irá cumprir sua missão na entrega de si mesmo por obediência ao plano salvador. Com os ramos somos chamados a cantar o “Hosana ao Filho de Davi” reconhecendo Jesus como o Messias e enviado do Pai. O segundo momento, a celebração com a missa, na qual a Palavra de Deus na primeira leitura, nos apresenta o Profeta Isaías que mostra a atitude do servo sofredor que assume com fidelidade a realização do projeto de Deus para ser testemunha de sua Palavra no meio de todas as nações. Esta passagem retrata antecipadamente a atitude de Jesus que assume a mesma condição com total desprendimento, amor e fidelidade o plano do Pai e serviço aos mais necessitados.

A segunda leitura, tirada da Carta de São Paulo aos Filipenses, apresenta o belo hino cristológico mostrando-nos que Jesus, existindo em condição divina, esvazia-se de si mesmo e assume a condição humana, menos o pecado, “fazendo-se obediente até a morte e morte de cruz”, sendo por isso, elevado pelo Pai acima de todo nome, pelo que deve-se proclamar: “Jesus Cristo é o Senhor”.

Ao contemplarmos e meditarmos a narrativa da paixão e morte de Jesus, na certeza de sua ressurreição, ouvindo o evangelho deste Domingo, o de Ramos e da Paixão, somos chamados a compreender que a vida cristã, no seguimento de Jesus, deve ser feita de amor, de serviço, de entrega e doação total de si, pelo bem dos mais sofredores. É o que Jesus pede a cada um de nós: sermos solidários a serviço dos irmãos e irmãs, vivendo o desprendimento de nós mesmos para, como ele, estarmos ao lado dos mais necessitados.

Vivamos esta semana percorrendo com Jesus seus últimos passos entre os seres humanos, acolhendo seus ensinamentos e aprendendo dele a sermos obedientes, fiéis e servidores ao plano salvador de Deus para toda a humanidade. “Se com Cristo morremos, com Ele haveremos de ressuscitar”.

Desejamos a todos, uma abençoada “Semana Santa”.


Dom Adimir Antonio Mazali

Bispo Diocesano de Erexim

3 visualizações0 comentário