A Voa da Diocese


Semear o Reino com coração novo

Prezados irmãos e irmãs que nos acompanham na Voz da Diocese, nossa saudação em Cristo, no espirito de nosso jubileu diocesano: 50 anos a serviço da fé e da vida.

O mês de junho é marcado por muitas festas religiosas e celebrando o 11º Domingo do Tempo Comum, no qual meditamos sobre as maravilhas de Deus na construção de seu Reino através de pessoas simples e generosas, queremos acolher a mensagem da solenidade do Sagrado Coração de Jesus, celebrada nesta sexta-feira, dia 11.

Trazemos presente algumas palavras do Pe. Eliomar Ribeiro, SJ, (Diretor Nacional do Apostolado da Oração) na Revista Mensageiro, deste mês de junho/ 2021, que nos convida a refletir em torno da devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Diz ele:

“Neste mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus somos chamados a reavivar a chama da conversão do nosso coração, pois somente assim é que seremos agentes de fraternidade que olham o futuro positivamente, porque sabem que tudo está nas mãos de Deus. Ele mesmo cuida com carinho de todos nós! É preciso transformar nossas relações, o mundo que nos cerca e o nosso tempo. Não adianta esperar que a mudança venha de fora e nem que caia do céu”.

Pe. Eliomar recorda atitudes que nos ajudam nesta mudança do coração: “É preciso tocar o coração das pessoas de modos diversos: um ombro amigo, uma palavra de alento, um sorriso partilhado, um abraço cordial, um texto que acrescenta algo à esperança pessoal. Em tempos de pandemia, podemos compreender que a vacina contra a ganância e a maldade só é possível com a mudança de coração”.

Reforça-nos ainda: “E não se pode esquecer que para cuidar de alguém é preciso aprender a cuidar de si mesmo. Cuidar do seu coração, da sua oração, do seu corpo, dos seus projetos, dos seus sentimentos, da sua casa, da sua família, da sua rua, da sua cidade, etc.”

Caríssimos irmãos e irmãs. A jaculatória, “Jesus manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao Vosso” rezada na devoção ao Sagrado Coração de Jesus nos coloca em sintonia profunda com sua vida, fazendo pulsar nosso coração junto ao Coração de Jesus. Também nos leva a viver nossa vida cristã embasados nos ensinamentos deixados por Ele.

Sendo assim, unindo esta reflexão da solenidade com a liturgia deste final de semana, compreendemos que é urgente a configuração de nosso coração ao Coração de Jesus para que, como Ele, nos tornemos semeadores da boa semente, com coração novo, fazendo crescer e frutificar entre nós e em nossas comunidades, abundantes frutos do Reino inaugurado por Ele.

Em espírito de profunda oração, com confiança, peçamos ao Senhor que nos dê um coração novo e também a força necessária em nossa missão a serviço de seu Reino: “Ó Deus, força daqueles que esperam em Vós, sede favorável ao nosso apelo, e como nada podemos em nossa fraqueza, dai-nos sempre o socorro da vossa graça, para que possamos querer e agir conforme vossa vontade e seguindo os vossos mandamentos. Por Cristo, nosso Senhor! Amém”.

“Jesus manso e humilde de coração! Fazei o nosso coração semelhante ao vosso!”


Dom Adimir Antonio Mazali

Bispo Diocesano de Erexim – RS

1 visualização0 comentário